sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Amizade

E quem diria que até a amizade entraria na dança,

Antes guiada pelo sábio e adorado mestre sala, passou de mão em mão.

E foi parar justo na mão da banalidade!

Pobre amizade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário