terça-feira, 14 de setembro de 2010

Canção

Eu não sei cantar
Os versos mais doces
Que um dia compus
Versos livres,
Versos soltos,
Versos meus.

Eu não sei dar melodia
A canção tão esperada
Canção tomada por tanto amor.
Canção suave
Canção fina
Canção doce,
Dos longos versos que escrevi.

Palavreando, Palavrear, Papear.

As vezes brincamos tanto com os sentidos das palavras que acabamos nos perdendo dentro deles e de nós mesmos.
Porém brincar com palavras é tão bom, parece que podemos dizer tudo,e além de dizer tudo podemos criar um sentimento de confusão.
Ai, as entrelinhas.

Arte da poética

Na maioria das vezes tentamos esclarecer a poesia.
Tentamos mostrar ao mundo o que diz nossa poesia, e o que nos leva a praticar poesia.
E eu digo : ' A poética é o mundo. Eu sou o mundo, você é o mundo, nós somos o mundo'.
Somos viventes, somos amor, somos ódio e cumplicidade, temos compaixão e orgulho.
Quer mais que isso para fazer poesia?
Minha poesia, minha vida, meu ser, meu mundo, meu quotidiano.