segunda-feira, 2 de agosto de 2010

sem qualquer valor.

E onde há pergaminhos, há minhas simplórias palavras sem qualquer valor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário