sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Ela

Olhem, lá está ela
A garota do coração apertado e da face enganada.
Dizem as más linguas que ela não fala
Que ela apenas ouve e concorda positivamente com a cabeça
E que ela ficou assim após um beijo mal dado e um postal irrelevado
Ela vive andando, de um lado para o outro
Ela parece louca
Raramente conversa
Os únicos para quem sorri são para as crianças do bairro
Nunca ninguém teve coragem de a questionar
Muito menos de propor um diálogo
Mas ela parece bem sem tudo isso
O tempo passou, e a garota do olhar perdido se encontrou em um outro alguém
Em um alguém que não é irreal com ela

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

mundo

Ah, se eu pudesse,
Recitar como Anjo,
Amar como Deus,
E ser capaz como Freud...
Eu ganharia o mundo.