quarta-feira, 11 de novembro de 2009

.Perdição

Tentando decifrar o prazer que me atrai,
Para perto do teu olhar
Para perto do teu eu singular
Para perto da taça de vinho quase vazia.
Tentando entrar para dentro de você, apenas com um dizer
E ao mesmo tempo tentando não conter o prazer.
E ai, foi bom pra você?!
Susurro lentamente, após você deixar eu me perder na mesma cama que você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário