terça-feira, 13 de outubro de 2009

.Passageiro

Como um vento passageiro o amor veio,
E da mesma forma que veio...se foi!
Não adianta chorar, espernear, gritar...ele não vai te escutar,
Muito menos vai voltar
Apenas levante-se,
Pegue suas velhas e surradas roupas,
Alcance seus sapatos desbotados...e caminhe!
Finalmente, quando encontrar um bom lugar..sente-se;
Conte suas lamúrias a uma árvore.
Pois ela não vai te criticar, muito menos te enganar com mentiras infames.
O amor nos faz reféns, nada deveria ser assim...Muito menos o amor!

Nenhum comentário:

Postar um comentário